Blogs & Colunas

Por Equipe Change Run

SERÁ QUE VOCÊ CORRE OU SAI CORRENDO?

A diferença entre as duas situações é o quão planejado e concentrado você está para fazer uma prova ou treino.

SERÁ QUE VOCÊ CORRE OU SAI CORRENDO?

24 / 11 / 2018

Será que você corre ou sai correndo?
A diferença entre as duas situações é o quão planejado e concentrado você está para fazer uma prova ou treino. Dentro das muitas variáveis que você deve planejar, existe uma essencial: o "Pace".
Pace é o tempo que você leva para completar 1 km em minutos ou min/km.
Por quê ele é importante?
Ele ajuda você a controlar sua intensidade de treinamento ou de prova. Com esta ferramenta conseguirá planejar previamente o quanto tempo levará para completar o seu objetivo, e o mais interessante, saber dosar a sua velocidade durante o trajeto, onde facilmente encontraremos variações de terrenos e altimetria.
Na prática é uma estratégia para que você não corra o risco de "quebrar" no meio da prova ou fadigue precocemente. Acompanhar o pace durante o percurso lhe ajudará a entender quando será o melhor momento para desacelerar, quando estiver em uma subida, ou acelerar quando estiver em trecho plano ou descida, claro que respeitando seus limites e rendimento.
Mas como controlar o pace?
Atualmente os aplicativos de corrida contam com esta ferramenta, assim como os relógios específicos para a prática do esporte.
Outra opção é utilizar uma escala de percepção de esforço - Escala de Borg. Nela você classifica o seu nível de cansaço. Essa escala vai de 0 (zero) a 10 (dez). Em que 0 (zero) é classificado como muito fácil e 10 (dez) extremamente difícil, ou seja, quanto mais alto for a sua nota, mais intensa é a atividade.
Funciona?
Sim, apesar de ser um controle subjetivo, um grupo de pesquisadores da Faculdade de Educação Física da USP correlacionaram as variações de velocidade com as percepções de esforço de 55 atletas amadores e observaram que os atletas correspondiam as variações de velocidade de acordo com as condições de disposição em uma prova de 10 km.
A dica sobre o pace é entender mais sobre o percurso que irá realizar, perceber quais serão os trechos mais fáceis e mais difíceis, assim organizar o seu tempo total programado dentro das condições do trajeto e definir sua velocidade de prova ou treino.
Assim correrá o tempo todo e não apenas sairá correndo e se arriscar a abandonar a prova.
Uma ótima semana de treinamento!!!

Equipe Change Run

1) CARMO, Everton Crivoi do et al . Risco de fadiga prematura, percepção subjetiva de esforço e estratégia de prova durante uma corrida de 10 km. Rev. bras. educ. fís. esporte, São Paulo , v. 29, n. 2, p. 197-205, June 2015 . Available from http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1807-55092015000200197&lng=en&nrm=iso. access on 09 Nov. 2018. http://dx.doi.org/10.1590/1807-55092015000200197.