Blogs & Colunas

Por Thiago Lima

NÃO TENHO MAIS IDADE PRA ISSO

"Não tenho mais idade para isso" é uma frase comumente usada por aqueles que não correm ou praticam qualquer outro tipo de atividade física.

NÃO TENHO MAIS IDADE PRA ISSO

06 / 09 / 2018

"Não tenho mais idade para isso?" é uma frase comumente usada por aqueles que não correm ou praticam qualquer outro tipo de atividade física. Fica o questionamento: existe em algum lugar uma determinação que para se iniciar uma determinada atividade é preciso pertencer a uma faixa etária específica?

Embora algumas pesquisas apontem que certas idades se adéquam mais fácil a algumas situações da corrida, como distância ou velocidade, vemos constantemente grandes exemplos de atletas que nos mostram que a idade é apenas um mero detalhe.

Para nós corredores, a idade serve apenas para determinar em qual faixa etária disputaremos uma prova. Como dizem alguns: "corredor não faz aniversário, muda faixa etária". São comuns relatos de pessoas que iniciaram na corrida a terceira idade e mesmo assim alcançaram metas expressivas, seja perda de peso, melhora de saúde, pódios ou simplesmente mais alegria e disposição para o dia a dia.

Não são raros exemplos de pessoas que começaram a correr após os 40 anos e com aproximadamente 1 ano de treino conquistaram pódios e grandes marcas pessoais. Isto é muito mais do que mera vocação, significa dedicação, força de vontade e comprometimento.

Um grande exemplo é Madonna Buder, uma famosa freira e triatleta conhecida como a "Freira de Ferro", que começou a correr aos 48 anos e, hoje, com quase 90 anos participou de mais de 350 provas. Dentre elas mais de 45 Ironmans, prova conhecida por suas grandes distâncias nas modalidades natação, ciclismo e corrida.

E o que dizer das várias reportagens de atletas com mais de 100 anos, que conquistaram feitos espetaculares? Alguns correndo 100 metros abaixo de 40 segundos ou concluindo a mais clássica das distâncias: uma maratona. Vale ressaltar, que muitos desses feitos, foram realizados por pessoas que começaram a correr apenas na terceira idade.

Vivemos dias em que as pessoas estão cada vez mais preocupadas com a saúde e bem-estar, com tantas evidências da importância de manter uma vida ativa, fica fácil percebermos que para quem quer mudar o estilo de vida a idade é um mero detalhe.

Sair do sedentarismo e melhorar a qualidade de vida, independente de prêmios, pódios ou marcas, através da corrida, trará conquistas e benefícios imensuráveis para todos.